Buscar
  • MarchaPelosOceanos

O que você sabe sobre os oceanos?

Por Stephanie Pruffer | Duke University


Chega de notícias ruins! Vamos falar de uma das coisas mais fascinantes do nosso planeta: os oceanos!


Nós admiramos suas águas verdes, azuis ou, às vezes, marrons! Sabemos que eles abrigam um universo de belezas naturais, que são repletos de vida selvagem e que são essenciais para a sobrevivência da vida humana. No entanto, apesar da nossa grande admiração por toda essa imensidão, ainda há muito (muito mesmo) o que aprender sobre a vida nos nossos mares.


Por isso, na semana do meio ambiente e, às vésperas do Dia Mundial dos Oceanos, te convidamos para mergulhar em alguns dos mistérios deste mundo maravilhoso!


Georg Wolf | Unsplash


10 curiosidades sobre os oceanos

1. Os oceanos cobrem mais de 70% do nosso planeta, porém cientistas estimam que somente 5% deles já foram explorados. Conhecemos mais sobre Marte do que sobre os nossos próprios mares. Esqueça alienígenas, imagine que tipo de vida pode existir bem aqui no planeta Terra!


2. Os peixes donzela são fazendeiros! Eles cultivam algas nos recifes de corais e são muito protetores do seu território. Não chegue muito perto, pois eles te perseguirão para tentar espantar você! O engraçado é que esse peixinho agressivo pode chegar, no máximo, a 36 cm! Então não se preocupe, pois eles não vão conseguir te machucar!


3. A Fossa das Marianas, localizada no Oceano Pacífico, é o ponto mais profundo do oceano, com 11 km de profundidade. O ambiente em tal profundidade é bem hostil: a pressão chega a ser até mil vezes maior do que a pressão no nível do mar e a luz do sol não penetra tão profundamente. Mesmo assim, o polvo-Dumbo e outras criaturas fofas, mas misteriosas, como o peixe fantasma (descoberto só em 2014!), podem ser encontradas lá! O triste é que mesmo nessa profundidade já foi encontrado uma sacola plástica. Isso mostra como a humanidade afeta quase todos os ambientes, até mesmo as maiores profundezas do oceano.


4. Apesar da aparência delicada, sendo compostas por aproximadamente 95% de água, as águas-vivas são mais antigas que os dinossauros, pois existem a mais de 650 milhões de anos! Existem algumas que são até imortais. A Turritopsis nutricula tem um ciclo de vida onde consegue se reverter ao estado de pólipo e assim recomeçar a sua vida. Cientistas estimam que com o aumento da temperatura nos oceanos o número de águas-vivas só vai aumentar e logo podemos estar nadando em mares gelatinosos.


5. O polvo tem três corações e a cor do seu sangue é azul. Além disso, o seu sistema nervoso é muito desenvolvido - a maioria de seus neurônios se encontram nos seus vários braços que conseguem, independentemente, se mexer, sem o auxílio do cérebro. Eles são tão inteligentes que, se não morressem após se reproduzirem, poderiam passar o seu conhecimento entre gerações e conseguiriam formar uma sociedade capaz de competir com a humanidade! Paul, o polvo vidente da Copa do Mundo, é puro exemplo dessa inteligência, não é?!


6. A maioria das pessoas acham que o oxigênio que respiramos todos os dias vem das florestas. Claro que não podemos negar a importância das florestas, mas, na verdade, entre 50 a 85% do oxigênio no nosso planeta vem do fitoplâncton, uma planta microscópica que habita os oceanos! Por isso que é extremamente importante preservarmos nossos mares, ninguém quer ficar sem oxigênio!


7. Golfinhos usam sons para se comunicarem e se localizarem – a ecolocalização – e, são capazes de escutar sons emitidos a mais de 24 km. Cientistas na Crimeia concluíram que os golfinhos, como os humanos, se engajam em conversas longas, escutando até cinco sons distintos antes de responder ao outro. Por isso, os golfinhos são muito afetados pelos ruídos de barcos e navios, sons que podem interferir com a comunicação desses lindos animais.


8. A baleia azul é um gigante dos mares! Ela pode chegar ao peso equivalente de 50 elefantes adultos e o tamanho do seu coração é comparável ao de um carro pequeno. Para se ter uma ideia, somete a língua de uma baleia azul tem o peso de um elefante! De comprimento, esse animal pode chegar a 30 metros, o tamanho de um avião. Você pode imaginar um encontro com um gigante desses? E apesar de fofinhos, os filhotes também não são nada pequenininhos. Eles pesam quase 4 mil quilos e tem 8 metros de comprimento!


9. Não, o cavalo marinho não é parente do cavalo que você vê na fazenda. O cavalo marinho é um peixe que evoluiu de uma forma bem diferente dos outros peixes que você encontra em recifes. Eles não têm a barbatana caudal e tem um focinho fino que serve para procurar comida. Além disso, os cavalos marinhos também conseguem mexer os seus dois olhos independentemente. Já pensou, olhar para frente e para trás ao mesmo tempo? Outra curiosidade: não é a fêmea que dá à luz e toma conta dos cavalos marinhos filhotes, nesta “comunidade” são os machos que têm essa responsabilidade.


10. As tartarugas marinhas são os animais preferidos de muita gente. E é por uma boa razão! As tartarugas marinhas existem a mais de cem mil anos e assim fazem parte de uma das mais antigas famílias científicas no mundo. Apesar de que seis dentre as sete espécies de tartarugas marinhas estejam classificadas como ameaçadas ou em perigo, as tartarugas marinhas existem em quase todos os continentes. A Antártica é o único continente onde esses animais não se encontram. Não somos só nós que gostamos de águas mais quentinhas!

34 visualizações