Buscar
  • MarchaPelosOceanos

8 alternativas ao plástico no consumo sustentável e pró-oceanos

Por Estela Castelli Florino Pilz | Voluntária do WWF-Brasil


Quando falamos na poluição causada pelo plástico, são recorrentes as questões de produtos reutilizáveis, materiais biodegradáveis e a abolição do plástico de uso único. Esse assunto é tão relevante porque fazendo esta substituição reduzimos a quantidade de micropartículas plásticas que chegam aos oceanos e acabam caindo na cadeia alimentar.



James Carol Lee

Comentamos em posts anteriores que substâncias derivadas do plástico foram encontradas até no leite materno, portanto o assunto é de extrema urgência. Para te ajudar a fazer escolhas mais inteligentes, preparamos uma lista de marcas conscientes do problema do plástico nos oceanos e que estão oferecendo alternativas para os consumidores.


Beleza responsável

1 – Esfoliante sem microplástico: já alertamos do perigo dos microplásticos anteriormente e como eles se camuflam nos rótulos, como polietileno e polipropileno. Cuidar do rosto é importante, mas deixar aquelas bolinhas esfoliantes escorrerem pelo ralo até o estômago dos peixes não dá, né? Então procure alternativas inteligentes, no mercado já existem várias alternativas como essa opção da Natura.



2 – Glíter ecológico: no carnaval de 2018 foi declarada a guerra contra o glíter e a purpurina. Mas antes de ficar sem brilho porque não tentar glíter ecológicos? Pensando nisso e na saúde dos oceanos, a marca Glitra desenvolve um glíter ecológico, sem microplásticos e biodegradável, e ainda investe em projetos que ajudam a questão do plástico.



Higiene boa para você e para o planeta

3 – Escovas de dente de bambu: tem certas coisas que a gente só se dá conta de que é um problema depois que alguém fala para gente. Este é o caso das escovas de dente. A questão é que por serem feitas por uma mistura de plásticos a reciclagem é mais complexa e por isso pouco realizada. Mas há agora no mercado alternativas, como escovas feitas de bambu. O bambu é uma árvore que tem um tempo de crescimento muito rápido, podendo ser replantada muito facilmente. O bambu também é um antibactericida natural sendo, portanto, perfeito para a fabricação de objetos para higiene. A marca GivingBrush utiliza o material em suas escovas de dentes, e ainda usa as cerdas plant-based. Parace que vale a pena mudar, não?


4 – Cotonetes ou ecotonetes?: você sabia que um dos itens mais encontrados em ações de limpeza de praia são restos de cotonetes? Pois sim graças a eles a gente ouve bem e também polui bem! Mas se você quer mudar isso há alternativas no mercado mais sustentáveis como as hastes flexíveis eco, da Affagio, feitas com pontas 100% algodão e hastes de papel.





Cozinha verde

5 – Embalagem alimentícia: tá tudo indo bem até que você abre a sua geladeira e percebe que todas as suas comidas tão embaladas com “papel filme”, e que não é reciclável. O que fazer??? Pois a Keep Eco trouxe uma solução feita de estampas divertidas! Eles desenvolveram um tecido para ser usado como substituto do plástico filme ou papel alumínio na preservação e armazenamento de alimentos. Feito de algodão e uma liga com cera de abelhas, que tem propriedades antibacterianas, o material é respirável e vem em diversos tamanhos.


6 – Canudos de metal: Muitos países vêm banindo o uso de canudinhos plásticos e as pessoas passaram a se preocupar com o uso deles depois de um vídeo viral que mostrava um canudo sendo retirado da narina de uma tartaruga. Pensando nisso, a marca BeeGreen vende canudos de metal e ainda informa em seu Instagram que os canudos compõem 4% de todo o lixo plástico a nível global. Você sabia que 95% do plástico descartado só foi usado uma única vez? Por isso, além do canudo reutilizável, lembre-se sempre de levar consigo talheres reutilizáveis para quando for comer na rua.


7 – Canudos comestíveis: Outra opção são os canudos comestíveis, lançados recentemente por uma marca espanhola. Feito de açúcar, gelatina e amido de milho, o Sorbos é um canudo biodegradável, reciclável e comestível. Tem só 24 calorias e pode vir nos sabores limão, lima, canela, maçã verde, morango, gengibre ou chocolate.



Brincando com consciência

8 – Lego Biodegradável: temos que começar a mudar também desde pequenos! Brinquedos infantis hoje são majoritariamente feitos de plástico, mas há alternativas: seja brinquedos de madeira, tecido, até de plástico biodegradável, como a nova solução da Lego. Famosa por suas peças coloridas, a Lego desenvolveu uma alternativa feita a partir da cana-de-açúcar que começará a ser comercializada ainda esse ano. O objetivo da marca é usar materiais sustentáveis em todas as peças e embalagens até 2030.


Qual é o próximo produto que você irá substituir? Já tem algum substituto que adora? Conte para nós nos comentários!


Fonte: Natura | BeeGreen | Catraca Livre | Keep | Affagio | GivingBrush | Glitra | Hypeness

6,873 visualizações